Game of Thrones: 10 grandes momentos da 5ª temporada

683

Falta pouco para a estreia temporada final de Game of Thrones, e enquanto a ansiedade bate, vem junto aquela dúvida: você se lembra de todos os personagens que já passaram pela série e protagonizaram dezenas de reviravoltas?

Pensando nisso, o Cine News resolveu lembrar os melhores momentos da série até agora, para todo mundo chegar afiadíssimo para o oitavo ano. Agora, chegou a hora de recordarmos a 5ª temporada! Por isso, de volta a 2015…

Game of Thrones: 10 grandes momentos da 1ª temporada

Game of Thrones: 10 grandes momentos da 2ª temporada

Game of Thrones: 10 grandes momentos da 3ª temporada

Game of Thrones: 10 grandes momentos da 4ª temporada

Os problemas das rainhas

É hora de flashback! A temporada começa com uma jovem Cersei ouvindo a profecia de uma bruxa, que dizia que seus três filhos usariam mortalhas, e que ela seria destronada por uma rainha mais jovem e mais bela.

Nos tempos atuais, Tyrion (Peter Dinklage) viaja contrabandeado até Pentos depois da fuga de Porto Real. Lá, ele confabula com Lorde Varys (Conleth Hill) e é convencido a ir atrás de Daenerys (Emilia Clarke) e ajudá-la a se tornar rainha dos Sete Reinos. Em Meereen, Dany enfrenta um exército de resistência contra seu governo: os Filhos da Harpia.

Em Porto Real, Jaime questiona a decisão de ter facilitado a fuga de Tyrion, enquanto o primo Lancel Lannister (Eugene Michael Simon) jura fidelidade a um novo grupo religioso, a Fé Militante — braço armado da Fé dos Sete comandado pelo Alto Pardal (Jonathan Pryce), agora o novo líder religioso local.

Enquanto os Imaculados se organizam para enfrentarem os Filhos da Harpia, Daario Naharis (Michiel Huisman) volta de Yunkai com um novo acordo: os Grandes Mestres concordaram em acabar com a escravidão de vez, desde que as arenas de luta sejam reabertas.

STANNIS AO NORTE!

HBO/Divulgação
Na Muralha, Stannis (Stephen Dillane) pede que Jon (Kit Harington) lhe jure lealdade, enquanto concorda em ajudar a lutar contra os perigos que residem mais ao norte. Snow recusa a oferta de ser feito verdadeiramente um Stark e de ganhar, portanto, legitimidade sobre Winterfell, e acaba sendo eleito novo Lorde Comandante da Patrulha da Noite.

Mais tarde, a revolta contra Jon cresce a partir do momento que ele tenta convencer mais selvagens a atravessarem a Muralha e juntarem-se à Patrulha, para que não aumentem o exército dos mortos. Stannis parte para enfrentar os Bolton em Winterfell, e deixa alguns navios com Jon para que ele viaje até Hardhome para tentar trazer selvagens.

Enquanto Stannis se organiza para marchar contra Winterfell, Melisandre (Carice van Houten) o convence de que o melhor a fazer é levar consigo sua filha, Shireen (Kerry Ingram), e sua esposa, Selyse (Tara Fitzgerald).

CUMPRIDORA(S) DE PROMESSAS

HBO/Divulgação
Na estrada, Brienne (Gwendoline Christie) encontra Sansa (Sophie Turner) por acaso, e apesar de seu juramento de lealdade ser rejeitado pela garota, ela decide ficar no encalço e ir atrás para descobrir para onde Mindinho (Aidan Gillen) está levando a jovem Stark. Do outro lado do mar, Arya (Maisie Williams) chega à cidade de Braavos, onde vai começar o seu treinamento para se tornar uma assassina como os Homens Sem Rosto.

Mindinho leva Sansa até Winterfell, onde eles se encontram com os Bolton. Roose (Michael McElhatton) confabula com Mindinho para casar Sansa e Ramsay (Iwan Rheon), a fim de garantir que a soberania de sua família não seja ameaçada.

Depois do casamento entre Sansa e Ramsay, ele estupra a garota em frente a Theon/Fedor (Alfie Allen) no dia da união, a fim de traumatizá-lo com a cena. Aprisionada e sem esperanças, ela tenta fazer Fedor voltar a ser Theon, apesar de todos os traumas que ele carrega. Brienne continua sua vigia do lado de fora do castelo.

Mais tarde, pressionado por Sansa, Fedor admite que não havia matado Bran (Isaac Hempstead-Wright) e Rickon (Art Parkinson), e isso faz com que ele gradualmente vá voltando a ser Theon. Após isso, ela consegue escapar de Winterfell com a ajuda de um Theon ressurgido.

Arya, em seu treinamento, encontra Sor Meryn Trant em Braavos e arma um plano para matá-lo e riscá-lo de sua lista. Para o fim da temporada, ela consegue matá-lo usando a mudança de rostos, mas é punida na Casa do Preto e Branco e perde a visão.

A FÉ MILITANTE DE PORTO REAL
Cersei recebe ameaças de Dorne após a morte de Oberyn (Pedro Pascal), e Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) vai até a região comandada pelos Martell para resgatar Myrcella. Chegando lá, ele e Bronn (Jerome Flynn) são recebidos com hostilidade pelas Serpentes de Areia.

Na capital, Margaery (Natalie Dormer) e Tommen (Dean-Charles Chapman) se casam, aumentando o confronto entre as duas rainhas, e o estabelecimento da Fé Militante dá a Cersei os instrumentos que ela queria para tirar de vez os Tyrell de seu caminho. A nova instituição religiosa prende Loras por ele ser gay, para a fúria de Marg. Quando a rainha tenta defender o irmão, acaba também indo presa. A jogada tira do caminho de Cersei a inimiga que, de acordo com suas interpretações, era a pessoa a quem a profecia que ouviu na infância se referia. Mais tarde, quando resolve fazer uma visita “amigável” à nora, Cersei acaba também sendo presa pelo Alto Pardal pelos seus crimes de incesto, denunciados pelo próprio primo Lancel.

OS FILHOS DA HARPIA DE MEEREEN

Com seu poder ameaçado, Dany não consegue conter a iminente revolta dos Filhos contra ex-escravos e Mestres, enquanto Viserys e Rhaegal ficam cada vez mais fortes e violentos, incomodados com a prisão. Drogon faz uma visita, mas percebe o medo de Daenerys e foge novamente.

Tyrion é sequestrado por Jorah Mormont (Iain Glen), que pretende levá-lo para Dany a fim de ganhar novamente a confiança de sua rainha.

Barristan Selmy (Ian McElhinney) tenta enfrentar os Filhos da Harpia junto a Verme Cinzento e aos demais Imaculados, mas o grupo é encurralado e o ex cavaleiro da Guarda Real acaba morrendo. Isso enfurece ainda mais Dany, que passa a ameaçar os Grandes Mestres com seus dragões.

Preocupada com a crise de seu comando em Meereen, Daenerys resolve mudar de tática, e aceita se casar com um dos Mestres, Hizdahr zo Loraq (Joel Fry), e reabrir as arenas. Ao mesmo tempo, Tyrion e Jorah são capturados por senhores de escravos, e o anão os convence de que Jorah é um grande guerreiro que pode ser usado nas arenas.

No dia do seu casamento, Dany reabre uma das arenas, sem saber que seu ex conselheiro, Jorah, será um dos escravizados a lutar. No momento em que adentra o local, o homem Mormont entrega Tyrion de presente à rainha. A mãe dos dragões aceita Tyrion como seu conselheiro, e os dois se dão surpreendentemente bem — unidos pelas questões problemáticas com seus respectivos pais — Aerys e Tywin.

O DECLÍNIO BARATHEON

Uma nevasca faz com que o exército de Stannis fique preso durante sua marcha para Winterfell, e Melisandre decide que é necessário fazer um novo sacrifício para ajudar na causa de seu rei. Ele concorda com o plano para tirar o exército desta situação, mas isso requer um sacrifício de sangue real. Assim, Stannis aceita entregar sua própria filha, Shireen, para ser queimada viva.

A neve abaixa após o sacrifício, mas muitos homens de Stannis resolvem abandoná-lo, assustados e sem confiança após ele ter queimado a filha. Sentindo sua derrota, Melisandre vai embora e retorna para a Muralha, enquanto Selyse comete suicídio abalada com a tragédia. Mas Stannis continua avançando contra os Bolton. No entanto, ele acaba sendo encurralado por uma Brienne com sede de vingança contra seu rei, Renly. Sem forças, Stannis aceita seu destino. É o fim para o rei Baratheon.

A BATALHA DE HARDHOME

Com as embarcações deixadas por Stannis, Jon é levado a Hardhome (ou Durolar) por Tormund, Terror dos Gigantes (Kristofer Hivju). Lá, seu objetivo é convencer selvagens a juntarem-se à Patrulha. Antes de conseguirem ir embora novamente com um numeroso grupo, o local é invadido por Caminhantes Brancos. É a Batalha de Durolar, em que Jon consegue matar um dos Walkers com Garralonga, sua espada de Aço Valiriano. Ele se encontra pela primeira vez com o Rei da Noite.

DRAGÃO AO RESGATE

É o dia do casamento de Dany com Hizdahr zo Loraq, que acontece na reabertura da grande Arena Daznak. Jorah retorna para lutar, e acaba salvando Dany de um ataque surpresa dos Filhos da Harpia. Caos e massacre dominam quando Drogon, sentindo o cheiro do sangue, retorna para queimar os inimigos de sua mãe. Neste momento, Dany sabe o que fazer: ela monta pela primeira vez em seu dragão indomável e parte com ele. Para algum lugar…

O desaparecimento de Dany faz com que Daario Naharis e Jorah decidam ir atrás dela seguindo o caminho para onde Drogon foi visto, no Grande Mar Dothraki. Tyrion fica no comando da cidade com Verme Cinzento (Jacob Anderson) e Missandei (Nathalie Emmanuel). Longe dali, Drogon descansa e se recupera das feridas, recusando-se a retornar. Quando Dany sai em busca de comida, é capturada por um exército khalasar.

SHAME!

Em Dorne, Myrcella é morta por Ellaria (Indira Varma) e pelas Serpentes, antes de Jaime conseguir ir embora com ela. Cersei, presa pela Fé, precisa confessar seus pecados para ser perdoada. Ela se recusa a fazer isso todas as vezes em que é pressionada, o que faz crescer ainda mais sua irritação. Quando ela, enfim, decide confessar que tinha relações com o primo Lancel, é autorizada a voltar à Fortaleza Vermelha, mas não sem uma punição. Ela precisa ir caminhando do Septo até à entrada do Castelo, completamente nua e livre de qualquer vaidade. É a Caminhada da Tormenta.

FOR THE WATCH!

A temporada termina com a popularidade de Jon está em baixa na Muralha. Melisandre retorna a Castelo Negro, e o golpe final traz Jon sendo encurralado pelos demais patrulheiros quando Fantasma é preso. O jovem Comandante é morto a facadas, sob a acusações de traição. “For the Watch!”